Glaucoma

Glaucoma

Definição:
É uma doença que acomete o nervo óptico sendo assim chamada também de neuropatia óptica que ocorre pelo aumento da pressão intra-ocular podendo ser uni ou bilateral. Pode ser aguda que ocorre em uma crise de glaucoma agudo (mais incomum) ou crônica, sendo esta última a mais comum e de causa desconhecida

Sintomas:
Glaucoma crônico: é uma doença perigosamente silenciosa não dando qualquer sintoma em sua fase inicial, daí a importância de aferir a pressão intra-ocular em consultas periódicas de rotina. Em estágio mais avançado, o paciente pode referir alteração de campo visual, como por exemplo, dificuldade para dirigir e manobrar. Ao exame clínico, percebemos aumento da pressão intra-ocular (aconselhável entre 10mmHg e 20mmHg), alteração do campo visual com perda periférica e depois central, e alteração da anatomia do nervo óptico marcado pelo aumento de sua escavação. São lesões irreversíveis.

Glaucoma agudo: é uma doença aguda causada pela anatomia alterada da parte anterior do olho. Diferentemente da forma crônica, é extremamente sintómatica com dor, embaçamento visual, náuseas ocorrendo pelo aumento súbito da pressão intra-ocular (ao redor de 40mmHg) e normalmente o paciente é tratado no pronto socorro. É uma urgência oftalmológica. Pode também levar a cegueira se não tratado a tempo.

Tratamento:
Colírios, laser e cirurgias dependendo da intensidade do acometimento da doença. Importante ressaltar que a cirurgia NÃO é para curar e sim facilitar no controle da pressão intra-ocular.

SAIBA COMO É A CIRURGIA


Prevenção
:
Consultas periódicas para aferir pressão intra-ocular